Pesquise
Seleccione os critérios de pesquisa
Seleccione os Filtros
Agenda
A CARNATIC PARADIGM / THE ALGEBRA OF LISTENING
Música,Instalação
DATA
HORARIO
LOCAL
01 a 02 Jun 2018
20:00 - 04:00
Casa de Serralves
02 a 03 Jun 2018
10:00 - 04:00
Casa de Serralves
03 Jun 2018
10:00 - 22:00
Casa de Serralves
Mark Fell
Em permanência. Acesso condicionado durante as performances incluídas no projeto.
APOIOS: DGARTES e TRICANA

Mark Fell é um artista multidisciplinar amplamente conhecido por relacionar a música eletrónica com linguagens informáticas, dando ênfase a algoritmos e sistemas matemáticos. Depois de ser apresentado em 2016 a um grupo de artistas indianos que se dedicam à música carnática, foi convidado a criar uma nova peça que explorasse os sistemas complexos presentes nesse estilo musical, ou seja, as formas como esses sistemas interagem com práticas criativas e vocabulários musicais, relacionando-as com as suas próprias metodologias musicais e escrita crítica sobre a tecnologia.

Com músicos de grande relevância e artistas de várias regiões, o projeto explora a relação entre a música carnática e as artes sonoras emergentes e como elas funcionam na cultura contemporânea britânica e indiana. O projeto estreou-se publicamente em 2017 no Centre For Contemporary Arts, em Glasgow, no âmbito do festival Counterflows, tendo estado em transformação e desenvolvimento desde então. Ele passa agora pela Casa de Serralves numa residência de três dias apresentando novas obras e colaborações entre artistas indianos e europeus. Incluem-se: uma instalação sonora de Mark Fell, a mais recente de uma série de colaborações entre Rian Treanor e Nakul Krishnamurthy que abordam a interação entre formas musicais tradicionais indianas e música eletrónica; o trabalho centrado no som e na vibração de Farah Mulla, com uma peça hipnótica com luz e padrões que transformam os interiores déco da Casa de Serralves; solos de violino virtuosos de Nandini Muthuswamy, considerada uma das mais importantes violinistas da tradição carnática; e também longos trabalhos meditativos de Mark Fell e Sandro Mussida, aos quais se juntam o Drumming - Grupo de Percussão e Olívia Salvadori. 

Imagem (c) Connie Treanor
NANDINI MUTHUSWAMY
Música
DATA
HORARIO
LOCAL
01 Jun 2018
21:00 - 21:40
Casa de Serralves
02 Jun 2018
15:00 - 15:40
Casa de Serralves
03 Jun 2018
13:00 - 13:40
Casa de Serralves
Concerto integrado no projeto A CARNATIC PARADIGM / THE ALGEBRA OF LISTENING de MARK FELL 

A excecional violinista Nandini Muthuswamy cresceu numa ilustre família de músicos indianos, tendo cedo sido aclamada como um prodígio e iniciado a sua carreira, após uma formação inicial em Música Clássica do Sul da Índia.

Juntamente com sua irmã Dr. M. Lalitha, faz parte do duo The Violin Sisters, conhecido por encantar audiências em todo o mundo com as suas melodias.

Com uma carreira que se estende por mais de duas décadas, Nandini é aplaudida, para além do seu virtuosismo, pelo seu estilo original e imaginativo de tocar violino. A contribuição de Nandini para o mundo da música já lhe valeu vários prémios, elogios e títulos. Foi premiada com o título de "Kalaimamani” - a maior honra do Governo do Estado de Tamil Nadu, na Índia, em reconhecimento dos seus serviços pela causa da música, tonando-se a mais jovem violinista feminina a ser homenageada com este título.
@C
Música
DATA
HORARIO
LOCAL
01 Jun 2018
21:00
Museu (Sala de Madeira)
Parceiro: Crónica
A Crónica, editora sediada no Porto, celebra 15 anos de atividade contínua em 2018. Ao Serralves em Festa traz um programa que apresenta três amostras representativas da diversidade estética do seu catálogo. A abrir, o projeto de música computacional @c dos fundadores e editores da Crónica, Miguel Carvalhais e Pedro Tudela.

Imagem (c) @c
DRAPER POINT
Música
DATA
HORARIO
LOCAL
01 Jun 2018
22:00 - 22:30
Biblioteca
SROSH ENSEMBLE
Parceiro: Sonoscopia
Conceção: Henrique Fernandes, Alberto Lopes e Jorge Quintela
Produção: Sonoscopia

Draper Point é uma peça que se baseia na utilização de materiais sonoros provenientes das captações dos campos eletromagnéticos que orbitam vários tipos de fontes luminosas. Numa estreita ligação entre som e luz, cria-se um discurso delimitado por uma emulação artificial da síntese sonora, complementado pela relação direta com a luz que a causa. Para além da exploração direta das fontes sonoras, a obsolescência, temporalidade e finitude das mesmas são pontos-chave no discurso artístico e composicional desta peça.

FIRE!
Música,Atividade com Acesso Privilegiado - AMIGOS
DATA
HORARIO
LOCAL
01 Jun 2018
22:00 - 23:00
Ténis
Fire! é um grupo nórdico experimental formado em 2009 pelo trio Mats Gustafsson, Johan Berthling e Andreas Werlin, já antes conhecidos pelas suas carreiras como membros das bandas The Thing, Tape e Wildbirds & Peacedrums.

Fire! é um projeto intimamente ligado à procura consciente e consequente da quebra das barreiras e da transposição dos limites impostos pela tradição, no encalço da criação de novos caminhos e do desenvolvimento de abordagens novas e refrescantes para a música improvisada, tendo como influências e inspirações o free jazz, o rock psicadélico e o ruído da indústria pesada.

Imagem (c) Johan Bergmark